25/10/2018

PROVA - PROFESSOR ANOS INICIAIS (FCC/2018)



Resolva duas de suas questões agora mesmo!

16. O Plano Nacional de Educação no Tema Alfabetização da população de 15 anos ou mais apresenta metas para a erradicação do analfabetismo absoluto e para a redução do analfabetismo funcional. Analfabetismo absoluto e analfabetismo funcional são, respectivamente: 

(A) não saber ler e escrever e incapacidade de compreender textos de diversos gêneros textuais, até mesmo os mais simples e mais comuns no cotidiano. 
(B) a condição de quem nunca foi à escola e do autodidata que apresenta dificuldade na leitura de textos impressos. 
(C) escrever com muitos erros, ler com dificuldade e falta de compreensão do que lê. 
(D) resultados de uma escolarização precária em que a maioria não aprende a ler e, os que aprendem, não entendem o que leem. 
(E) a ausência de habilidades e competências de leitura e escrita dos que nunca foram à escola e dos que foram escolarizados, mas não aprenderam.

17. Manoel tem 8 anos de idade e tem deficiência auditiva, porém o diretor da escola onde o pai foi procurar vaga não o matriculou, alegando que não possuíam turmas especiais. Seus pais continuaram com dificuldades para matricular seu filho também em outras escolas, que tinham a mesma situação. Diante do exposto, é correto afirmar que 

(A) há uma contradição na legislação, no que se refere ao atendimento de crianças e adolescentes com deficiência, pois o ECA estabelece que este atendimento deve considerar a realidade da escola, posto que o Estado não pode suprir integralmente as necessidades desse grupo em todas elas. 
(B) as escolas não são obrigadas a atender, uma vez que o ECA prevê o atendimento educacional especializado apenas na educação infantil. 
(C) o direito ao acesso no ensino fundamental está garantido na Constituição Federal, mas o ECA não prevê este direito para crianças com deficiência. 
(D) o ECA estabelece que é dever do Estado atender crianças e adolescentes com deficiência na rede pública de ensino e, na falta de turmas especiais, fica sob responsabilidade da família prover o atendimento especializado. 
(E) as escolas devem atender Manoel, uma vez que o ECA prevê o atendimento educacional especializado aos portadores de deficiência, preferencialmente na rede regular de ensino. 

Gabarito

16- E; 17- E. 

06/10/2018

SIMULADO com 9 questões (conhecimento pedagógico e LDB/96 - FADESP/2018)

1- Nas bases da Teoria Psicológica de Jean Piaget consta que o conhecimento objetivo é
uma aquisição construída pela criança a partir de grandes reestruturações globais mentais. A influência desta teoria em educação leva a afirmar o seguinte: 

(A) para uma psicologia e pedagogia associacionista, os erros da criança não têm grandes significados. 
(B) o caminho em direção à aquisição do conhecimento é linear e consecutivo. 
(C) na educação escolar os erros são construtivos e constituem pré-requisitos necessários para o conhecimento. 
(D) para Piaget, a compreensão de um dado conhecimento não passa pela possibilidade de o sujeito construir este processo de conhecer. 
(E) para uma psicologia de base interacionista, os erros não são admissíveis. 

2- Na relação entre as teorias psicológicas e educação encontra-se a contribuição da Teoria Socio-Histórica de Lev Vygotsky, que tem o seguinte princípio: 

(A) a aprendizagem não é uma mera aquisição de informações, não acontece a partir de uma simples associação de ideias armazenadas na memória, mas é um processo interno, ativo e interpessoal. 
(B) o sujeito é uma “tábula rasa”, cujas impressões do mundo, a partir das suas interações com os órgãos dos sentidos, podem produzir o conhecimento. 
(C) a aprendizagem é uma mudança de comportamento resultante do treino, da experiência ou da bagagem genética dos sujeitos. 
(D) o ser humano nasce com o conhecimento já programado na sua herança genética e cultural, logo, a aprendizagem é inata. 
(E) não há valorização dos aprendizados construídos nas relações sociais.

3- As contribuições de estudiosos como Piaget, Paulo Freire, Vygotsky, Wallon e Freinet influenciaram as teorias psicológicas e pedagógicas. Ao discutirem o processo de aprendizagem, apresentam um ponto em comum, que pode ser sintetizado na seguinte afirmativa: 

(A) toda aprendizagem é fruto de treino, memorização e disciplina. 
(B) todo o processo de conhecer provém somente dos estímulos do meio. 
(C) o processo de aprender exige solidão, disciplina e esforço pessoal. 
(D) um bom processo de transmissão do conhecimento é a chave da aprendizagem 
(E) a ação de aprender é compreendida como práxis, é fruto da prática social dos sujeitos.

4- O associacionismo, cuja expressão mais relevante é o behaviorismo, influenciou as teorias da aprendizagem ao considerar 
(A) as interações sociais e as experiências sócio-históricas dos sujeitos. 
(B) a aprendizagem como mudança de comportamento resultante do treino ou da experiência, por isso, identificada com condicionamento e repetição. 
(C) a superação da dicotomia transmissão x produção do conhecimento pelos sujeitos.
(D) a subjetividade como um momento individual de internalização da objetividade e da realidade dos sujeitos. 
(E) os estímulos e as respostas dadas pelos sujeitos não são considerados importantes.

5- Segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n. 9.394/1996), o conceito de Educação é 

(A) formação necessária para o desenvolvimento das potencialidades do indivíduo, para o mercado de trabalho e para uma cidadania ativa. 
(B) preparação do indivíduo no domínio dos recursos científicos e tecnológicos que permitam a ocupação de um lugar no mercado de trabalho. 
(C) formação que se desenvolve na vida em família, na convivência humana, nas instituições de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais, na participação na sociedade civil e nas manifestações culturais. 
(D) formação que permite ao indivíduo a compreensão de seus direitos e deveres, seu lugar na sociedade, sua vocação e habilitação profissional para o exercício da cidadania. 
(E) preparação para o exercício da cidadania, dos valores da moral e ética que devem ser levados para a vida e para o mercado de trabalho. 

6- A partir da Lei n. 9.394/1996 (LDB), a educação escolar brasileira é composta pelos níveis 

(A) Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio. 
(B) Educação Básica, Educação Especial e Educação Superior. 
(C) Educação Fundamental, Ensino Médio e Educação Superior. 
(D) Educação Básica e Educação Superior. 
(E) Educação Básica e Educação Profissional.

7- Com o advento da Lei 9.394/1996, a formação mínima exigida aos docentes para atuação na Educação Básica passou a ser 

(A) nível superior, em curso de licenciatura, de graduação plena. 
(B) nível superior, em curso de Pedagogia. 
(C) conclusão de programa de formação continuada de diversos níveis. 
(D) conclusão de curso de pós-graduação na área da educação básica. 
(E) nível superior, em qualquer curso de graduação.

8- De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei n. 9.394/1996, constitui-se como um princípio da Educação Nacional 

(A) proselitismo educacional. 
(B) singularidade de ideias e de concepções pedagógicas. 
(C) valorização das experiências intra-escolares. 
(D) gestão democrática do ensino público. 
(E) existência de Instituições públicas de ensino. 

9- A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB 9.394/1996) define educação como um direito, entendido como 

(A) civil, quando garante a plena permanência dos sujeitos no processo escolar. 
(B) político, pois permite a ampla participação do sujeito nos processos sociais. 
(C) nato, pois ao nascer o sujeito já o tem garantido. 
(D) público subjetivo, pois afirma o sujeito como cidadão pleno de direitos individuais e coletivos. 
(E) político-pedagógico, pois garante o atendimento nas instituições de ensino. 

Gabarito

1- C; 2- A; 3- E; 4- B; 5- C; 6- D; 7- A; 8- D; 9- D.